segunda-feira, 13 de maio de 2019

SAM RIVERS em versão 1971








BREVES  Gravação do trio do saxofonista Sam Rivers feita há quase cinco décadas ganha primeira edição oficial em CD pelo selo NoBusiness Records...






Por Fabricio Vieira


A década de 1970 foi especialmente importante na trajetória do saxofonista norte-americano Sam Rivers (1923-2011). Foi naquele período que o músico montou o loft RivBea, espaço central da cena da época, imortalizado na histórica série de álbuns "Wildflowers". A música do saxofonista também atravessava um de seus momentos mais sólidos e inventivos. No início dos anos 70, Rivers comandava um importante trio, com o qual deixou as destacadas gravações "Streams" (73) e "Hues" (75). É desse contexto que vem Emanation, que o NoBusiness Records lança ainda neste mês. Na inédita gravação, realizada no Jazz Workshop, Boston, em 3 de junho de 1971, Rivers, que toca, além dos saxes soprano e tenor, piano e flauta, é acompanhado por  Cecil McBee (baixo) e Norman Connors (bateria). Esse mesmo trio foi responsável por "Streams", captado dois anos depois. O novo registro traz apenas duas extensas faixas, de 31 e 45 minutos, improvisação livre em que o sax soprano brilha em especial (o instrumento ocupa cerca de 20 minutos do segundo tema). Para quem sentia falta de algum material diferente de Rivers, resgatado após sua morte, está aí um belo exemplar.



Os mais lidos...