quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

BRAXTON (RE)ENCONTRA PARKER





BREVES  A mítica revisitação de Anthony Braxton ao universo de Charlie Parker nos anos 90 ganha uma edição completa, com nada menos que 11 CDs...





No dia 2 de março, será lançado um box para desconcertar os fãs de Anthony Braxton: uma caixa com 11 CDs, agrupando todas as gravações feitas pelo compositor e saxofonista em 1993 tendo como inspiração a arte de Charlie Parker (1920-1955).
Sextet (Parker) 1993 reúne nada menos que 68 faixas, captadas ao vivo e em estúdio na Europa em outubro de 93. Uma parte substancial desse material (15 faixas) foi editada anteriormente, em CD duplo pela HatHut em 95 (“Anthony Braxton’s Charlie Parker Project”) e relançado em 2004. Ao lado de Braxton (saxes alto e sopranino, contrabass clarinet) estão na empreitada: Ari Brown (saxes tenor e soprano), Paul Smoker (trompete), Misha Mengelberg (piano), Joe Fonda (baixo), Pheeroan akLaff (bateria) e Han Bennink (bateria em uma sessão, seis faixas).
As 68 faixas reunidas, com mais de 11 horas de música, trazem várias repetições temáticas. “Klactoveedsedstene”, tema de Parker dos anos 40, por exemplo, aparece em 6 versões! A clássica “A Night in Tunisa” está presente com 5 releituras. Mas isso não ocorre com todos os temas: “Relaxin’ at Camarillo” surge apenas uma vez... Sobre o sexteto, não precisa falar nada: só figura de primeira linha, conhecidos de longa data por quem acompanha a free music.  
O preço do box é de US$ 150 e alguns temas já estão disponíveis no bandcamp do selo New Braxton House.
 




------------
*quem assina:
Fabricio Vieira é jornalista e fez mestrado em Literatura e Crítica Literária. Escreveu sobre jazz para a Folha de S.Paulo por alguns anos; foi ainda correspondente do jornal em Buenos Aires. Atualmente escreve sobre livros e jazz para o Valor Econômico. É autor de liner notes para os álbuns “Sustain and Run”, de Roscoe Mitchell (Selo Sesc), e “The Hour of the Star”, de Ivo Perelman (Leo Records)

Os mais lidos...