FREE THE JAZZ!!!

IMPROVISED MUSIC, JAZZ ANARCHY, NEW THING, INSTANT COMPOSITION, OUT JAZZ, ALEATORY MUSIC, MODERN FREE, FIRE MUSIC, NOISE, AVANT-GARDE JAZZ, INTUITIVE MUSIC, ACTION JAZZ, FREE IMPROVISATION, JAZZCORE, CREATIVE IMPROVISED MUSIC. FREE THE JAZZ!!!

*SOBRE (about us)...

domingo, 11 de novembro de 2012

Sons novos de vários cantos (alguns lançamentos)


Às vezes é tarefa difícil garimpar lançamentos para recomendar aqui em meio à prolixidade que marca a free music, livre dos esquemas de produção industrial que obrigam discos e ideias a ficarem na gaveta à espera de que a última novidade esgote seu apelo como objeto de consumo ligeiro.
Na tentativa de selecionar alguns álbuns recém-lançados fora do núcleo duro da música improvisada, ficam algumas sugestões de trabalhos de gente variada (Canadá, Inglaterra, Argentina, Itália) menos conhecida por essas bandas (exceção ao Mazurek), mas que valem ser ouvidos com o mesmo apetite que costumamos direcionar aos ícones maiores dos sons livres.






Stellar Pulsations
Rob Mazurek / Pulsar Quartet
*Delmark


Mais fresco projeto do múltiplo Rob Mazurek, o Pulsar Quartet apresentou este seu trabalho de estreia no mês passado no Sesc Belenzinho. Em meio a vértices vários – improvisação, free jazz, pós-rock – o quarteto cria um disco concentrado, de fina construção, destilando um jazz atual e moderno. Texturas envolventes, intensidade rítmica e liberdade embalam o instigante quarteto, que traz junto ao cornetista de Chicago o baixo de Matt Lux, o piano de Angelica Sanchez e a bateria de John Herndon.






Languages
Colin Webster
*Gaffer Records


O saxofonista britânico Colin Webster, nome da nova geração, tem explorado vias de altíssima intensidade, especialmente ao sax barítono. Não satisfeito com os fulminantes duos que tem conduzido com o percussionista Mark Holub (que gerou há pouco o disco “The Claw”), Webster se juntou ao guitarrista Sheik Anorak para este “Languages”, gravado ao vivo no Vortex. A enérgica “Il fait chaud...” abre o disco e dá o tom que sustenta o trio. Mais? Ouça 'Languages' todo aqui.









Shores and Ditches
François Carrier
*FMR


Talvez o mais lírico dos saxofonistas da free music atual, o canadense François Carrier retorna com seu fiel parceiro Michel Lambert (bateria) neste novo registro. Partindo do duo sax alto/bateria, Carrier incrementa algumas das faixas com convidados, como Daniel Thompson (guitarra), Neil Metcalfe (flauta) e Guillaume Viltard (baixo). Mas são os duos (“Caldera”, “Lava” e “Shores and Ditches”) que sustentam o núcleo do trabalho.  





 

Caos Musique Live
Angelo Olivieri
*Terre Sommerse

O trompetista italiano Angelo Olivieri se reúne com seu quarteto Caos Musique (Vincent Courtois, cello; Marco Ariano, bateria; Antonio Pulli, eletrônicos) nesta gravação ao vivo na Casa del Jazz, em Roma. Bem além das fronteiras do jazz, investigando processos da improvisação livre mas sem desembocar em trilhas abstratas, o quarteto cria ambientações com pontos vibrantes, sempre com o lirismo do trompete em evidência. O violoncelo e os meios eletrônicos exalam curiosas texturas e pontilhismos.  







300
Norris Trio
*Enonane Records

Belíssimo exemplar da cena argentina contemporânea. Enrique Norris (corneta/piano) apresenta onze temas seus acompanhado de bateria (Pablo Díaz) e baixo (Cristian Bortoli) . Entre uma veia jazzística mais explícita (bem representada no tema “Brillo Nuclear”) e impacto free de maior energia (destaque para “P.M.”), o álbum (em versão digital aqui) é um bom cartão de visitas a quem não foi apresentado ao veterano Norris.