FREE THE JAZZ!!!

IMPROVISED MUSIC, JAZZ ANARCHY, NEW THING, INSTANT COMPOSITION, OUT JAZZ, ALEATORY MUSIC, MODERN FREE, FIRE MUSIC, NOISE, AVANT-GARDE JAZZ, INTUITIVE MUSIC, ACTION JAZZ, FREE IMPROVISATION, JAZZCORE, CREATIVE IMPROVISED MUSIC. FREE THE JAZZ!!!

*SOBRE (about us)...

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Andanças e devaneios de Thurston Moore (I)

Muito já tratamos neste espaço sobre as andanças e devaneios do guitarrista Thurston Moore (1958, Coral Gables/Florida) além das fronteiras do Sonic Youth, em especial na seara free improv. Moore começou a tocar no fim dos anos 1970, período em que se juntou a seu mais antigo parceiro, Lee Ranaldo, na orquestra de guitarras de Glenn Branca, antes de formaram o Sonic Youth, lá para 81.




O primeiro grande encontro de Moore com o pessoal do free improv ocorreu em junho de 1988. O disco se chamava “Barefoot in the Head” e se tratava de uma parceria com os saxofonistas Jim Sauter e Don Dietrich, do grupo noise Borbetomagus. Depois nasceriam encontros e gigs com Evan Parker, Rashied Ali, William Hooker, Susie Ibarra, Derek Bailey, Cecil Taylor, Milford Graves, Peter Brötzmann, Joey Baron, Wally Shoup, Keiji Haino, Giancarlo Schiaffini, Chris Corsano, Paul Flaherty...


Um ponto interessante nessa história é ver também seus parceiros de Sonic Youth circulando no mundo da livre improvisação. Em 1999 ocorreu um episódio bastante expressivo nesse sentido. Ao lado de Moore estavam Lee Ranaldo e Steve Shelley. Aos três Sonics se juntou o saxofonista sueco Mats Gustafsson. Faltou apenas Mrs. Kim Gordon (não à toa, as duas faixas que compõem a gig foram chamadas de “Without Kim”). Gordon se juntaria a eles nos álbuns-projetos-experimentações “Hidros 3” (2000) e “SYR 8: Andre Sider” (2008).

O encontro aconteceu em 12 de abril de 1999. Não tenho informações sobre como se deu a reunião, sobre sua divulgação ou quem comandou o projeto. Essa foi uma das primeiras parcerias entre Moore e Mats, que depois se desdobraria em diversos capítulos/projetos. Este “New York – Ystad” foi registrado em um momento sintomático do Sonic Youth, em que seu núcleo mais pop, marcado por álbuns como 'Goo' e 'Dirty', havia ficado para trás. New York – Ystad está exatamente entre “A Thousand Leaves” (1998) e “NY Ghosts & Flowers” (2000) –este último, em especial, bastante experimental e pouco querido pela ala de fãs mais pop. O título é o mais simples possível, uma ligação entre a NY dos Sonics e a cidade sueca de Ystad. O esquema do trabalho é armado sobre longas improvisações, com lentas evoluções e passagens de força mais marcada. Na primeira faixa, é mais presente esse esquema. A segunda é mais concentrada e arrastada. Esse tipo de trabalho costuma ser mais auditivamente palpável quando presenciado ao vivo, na beira do palco, próximo aos músicos. Apenas ouvi-lo significa perder várias nuances e detalhes interpretativos. Mas, se é o que temos, vamos lá então...







1. Without Kim I (44:27)
 
2. Without Kim II (17:35)


*Thurston Moore: guitar
*Lee Ranaldo: guitar
*Steve Shelley: drums, percussion
*Mats Gustafsson: reeds

Recorded April 12 1999 by Wharton Tiers.
Mixed May 2 2000 by Jim O´Rourke, at the Echo Canyon, NYC.
**Limited edition 100 for Black Box + HC.