FREE THE JAZZ!!!

IMPROVISED MUSIC, JAZZ ANARCHY, NEW THING, INSTANT COMPOSITION, OUT JAZZ, ALEATORY MUSIC, MODERN FREE, FIRE MUSIC, NOISE, AVANT-GARDE JAZZ, INTUITIVE MUSIC, ACTION JAZZ, FREE IMPROVISATION, JAZZCORE, CREATIVE IMPROVISED MUSIC. FREE THE JAZZ!!!

*SOBRE (about us)...

terça-feira, 8 de março de 2011

Uma “jam” altamente ruidosa

Quando os caras do Borbetomagus se juntaram, na segunda metade da década de 1970, tinham no horizonte o free jazz como referência basilar. Mas quando começaram de fato a fazer seu som, se embrenharam nas searas da free improv de forma tão agressiva e barulhenta que acabaram por ajudar a sedimentar as trilhas do que ficaria conhecido como noise. Dois saxes e uma guitarra, pedais, amplificadores, distorção: resultado: ataque sonoro livre, que fez do Borbetomagus uma banda mítica no underground.

 
O Borbetomagus é formado pelos saxofonistas Jim Sauter e Don Dietrich, acompanhados pelo guitarrista Donald Miller. O primeiro encontro dos integrantes ocorreu entre Sauter e Dietrich, que se conheceram na ‘high school’ e começaram a tocar juntos. Em entrevista, Sauter contou um pouco dos primeiros tempos:

We formed a group which went under the name “Industrial Strength” around '76. We worked with a drummer and a bass player. It was inspired by Art Ensemble kind of stuff in terms of loosely composed things. (…)  It was around that time that Don heard Donald Miller doing a radio show at WKCR at Columbia University. He was playing some stuff that was exciting like Evan Parker, Peter Brotzmann and some of the other European improvisers and electronic music like Xenakis. So it was like 'wow, here's the music we'd been hearing in our heads. We didn't even know it existed or that it was available. We got together in '77 and it clicked and we knew it was going to lead to something.”

Como é rotineiro na seara free, não faltam associações variadas, com músicos diversos, na trajetória do Borbetomagus. Sonic Youth, Hijokaidan, Voice Crack, Rudolph Grey, todos já contaram com a participação de algum ou de todos os integrantes do grupo em discos seus.
Um ponto de relevo nesse aspecto é o álbum Borbeto Jam. Nesse registro, lançado em 1985 pelo selo CJR, o trio recebe algumas visitas especialíssimas para compor a "Jam", como o baixista alemão Peter Kowald e o trompetista japonês Toshinori Kondo. O som segue o esquema free noise do Borbetomagus, com a adição desses grandes músicos. Para quem curte ruidosidades sem limitações, nada melhor.







A1.  Concordat No. 12 (6:25)
A2.  Concordat No. 13 (11:27)
A3.  Concordat No. 14 (3:50)
B.   Concordat No. 15 (17:54)




*Jim Sauter: sax
*Don Dietrich: sax
*Donald Miller: guitar
*Toshinori Kondo: trumpet
*Peter Kowald: bass
*Tristan Honsinger: cello, voice
*Milo Fine: piano, clarinet, drums


Recorded at Nyack Sound Recording Studio.
Release Date: 1985.