FREE THE JAZZ!!!

IMPROVISED MUSIC, JAZZ ANARCHY, NEW THING, INSTANT COMPOSITION, OUT JAZZ, ALEATORY MUSIC, MODERN FREE, FIRE MUSIC, NOISE, AVANT-GARDE JAZZ, INTUITIVE MUSIC, ACTION JAZZ, FREE IMPROVISATION, JAZZCORE, CREATIVE IMPROVISED MUSIC. FREE THE JAZZ!!!

*SOBRE (about us)...

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

O hiperativo Ken Vandermark

Ken Vandermark é um dos saxofonistas de Chicago que passou a ganhar destaque a partir da década de 90. O nome do hiperativo saxofonista (que também utiliza muito o clarinete) está associado a uma infinidade de projetos: DKV Trio, Witches & Devils, Spaceways Inc., Bridge61, Caffeine, Territory Band, Free Fall, FME (Free Music Ensemble), Sonore e, talvez seu grupo mais sólido, o Vandermark 5. Costuma participar também do Chicago Tentet, do gênio alemão Peter Brotzmann.

Vandermark não está apenas focado no free jazz. Suas explorações seriam melhor enquadradas em algo como post-modern-free: improvised music, experimental rock, post-bop, jazz-rock, jazz-funk, free jazz: a palheta de Vandermark é muito extensa.
Em duo, tem gravado parcerias com diferentes bateristas, como Tim Daisy, Paul Lytton e o norueguês Paal Nilssen-Love. Mais conhecido por sua longa atuação ao lado de Mats Gustafsson, Nilssen-Love já passou por alguns grupos liderados por Vandermark, como School Days e FME.
O duo vai iniciar em novembro uma turnê europeia, com parada em Noruega, Alemanha, Polônia, Áustria, Itália e Dinamarca. Como não estamos em sua rota, temos de nos contentar com apenas ouvir os dois grandes músicos. A parceria está registrada em disco, sendo Dual Pleasure uma empolgante seção de pegada free jazzística. Herdeira do melhor esquema duo sax/bateria, a dupla apresenta um disco muito vivo e surpreendente: jazz atual filiado ao que de melhor o free clássico produziu.
Vandermark, além de um improvisador consumado, tem seu talento como compositor sempre exaltado, como podemos conferir nesse álbum. A afinidade da dupla faz de Dual Pleasure uma experiência altamente excitante, com momentos de grande intensidade: sopro e percussão, nas mãos certas, costumam resultar em grandes trabalhos. Atenção à faixa “Storefront Materials”, na qual Vandermark exibe seu trabalho no clarinete-baixo. A dinâmica bateria de Nilssen-Love, que especialmente nessa faixa traz ecos polirritmicos do saudoso Elvin Jones, cria a estrutura exata para Vandermark deslizar sua liberdade no clarone.



Ken Vandermark - Saxs Tenor & Baritone, Bass Clarinet
Paal Nilssen-Love - Drums

1- Flashpoint (11:54)
2- Anno 1240 (14:31)
3- Closed Doors, Open Windows (3:39)
4- Storefront Materials (8:42)
5- Jean S. (4:19)
6- Dual Fiction (19:54)

Date: summer of 2002