FREE THE JAZZ!!!

IMPROVISED MUSIC, JAZZ ANARCHY, NEW THING, INSTANT COMPOSITION, OUT JAZZ, ALEATORY MUSIC, MODERN FREE, FIRE MUSIC, NOISE, AVANT-GARDE JAZZ, INTUITIVE MUSIC, ACTION JAZZ, FREE IMPROVISATION, JAZZCORE, CREATIVE IMPROVISED MUSIC. FREE THE JAZZ!!!

*SOBRE (about us)...

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

O PunkJazzNoise de Kenny Millions


Kenny Millions (aka Keshavan Maslak) é hoje dono de um conhecido restaurant/music club na Flórida, o “Sushi Blues Cafe”. Para quem frequanta o local, é possível ver às vezes o músico comandando uma das sessões musicais que costuma promover por lá. Nascido Kenneth Keshavan Maslak, o saxofonista (que tem se aventurado cada vez mais pela guitarra) traz, em extensa carreira iniciada cerca de quatro décadas atrás, algumas dezenas de gravações e parcerias com figuras como Sunny Murray, Paul Bley, Sergey Kuryokhin, Otomo Yoshihide, Sabu Toyozumi e Han Bennink. Filho de imigrantes russos, esse multiinstrumentista nascido em 1947 em Detroit desenvolve hoje o que rotulou de PunkJazzNoise: segundo sua definição: “a one-man mash-up of guitar, distortion, sax and clarinet”. As apresentações atuais de Millions têm trazido o músico acompanhado de guitarra, sax e clarinete (como ele mesmo avisa) em longas improvisações solo em que se alterna nos instrumentos (dependendo de seu humor, ainda recita alguma de suas poesias, no melhor estilo Cecil Taylor poetry).
Sua guitarra é herdeira de uma escola que privilegia ruídos, sons sobre sons, cacofonia turbinada por pedais e efeitos: esqueçam dedilhados ou melodias detectáveis. Já nos instrumentos de sopro, com os quais tem uma história de data mais longa, é possível encontrá-lo explorando facetas mais amplas e não apenas tumultos ruidosos, como pode ser visto no introspectivo “Romance In The Big City”, duo com o pianista Paul Bley lançado em 93.

O sopro livre de Kenny Millions tem no disco Mother Russia um momento de rica inspiração.



Mother Russia, gravado em uma turnê, em 89, pela então desmoronante URSS, traz o músico acompanhado de Misha Alperin (piano), Vladimir Tarazov (drums, do Ganelin Trio) e Anatoly Vapirov (sax). O álbum, composto por nove faixas, oferece Millions em diferentes formatos, com destaque para solos e duos (principalmente com Vapirov). A primeira faixa, “Kenny Millions Praises the Mother”, vem com o saxofonista em longo solo _uma interessante entrada no mundo desse músico que permanece às margens (passando longe dos livros que se propõem a historiar o jazz), mas produzindo e criando ativamente. Como costuma ser usual nessa seara, Millions fundou um selo, a Hum ha Records, pelo qual tem registrado trabalhos dos últimos anos e resgatado gravações mais antigas que permaneciam inéditas.

*Kenny Millions (Keshavan Maslak): alto sax
*Anatoly Vapirov: reeds (3 to 7)
*Misha Alperin: piano (2)
*Vladimir Tarazov: drums (8)